Associado
ASERC - Associação Nacional das Empresas de Recuperação de Crédito

Informativo

Publicado em 10/08/2016 05:28

Onde a inflação pesou (e onde aliviou) no seu bolso em julho

São Paulo - A inflação voltou a subir: de 0,35% em junho para 0,52% em julho.

A taxa foi pressionada pelo grupo Alimentação e Bebidas, que teve a maior alta para julho desde 2000 e acabou tendo peso de 65% no índice final.

Chama a atenção a escalada de alguns itens como leite (alta de 17,58% com impacto de 0,19 ponto percentual) e feijão carioca (alta de 32,42% com impacto de 0,13 ponto percentual).

Mas também houve alta forte no grupo Transportes, o segundo de maior importância no orçamento das famílias.

Ele foi de -0,53% em junho para 0,40% em julho puxado por passagem aérea (alta de 19,22%), ônibus interestadual (alta de 8,21%) e pedágio (alta de 3,99%).

Veja a seguir a alta (ou queda) no mês de julho dos 9 grupos monitorados pelo IBGE e o impacto sobre o IPCA final:

 

Fonte: Revista Exame