Associado
ASERC - Associação Nacional das Empresas de Recuperação de Crédito

Informativo

Publicado em 07/03/2017 10:20

Economistas preveem inflação no centro da meta e crescimento econômico de 0,48% em 2017

Relatório do BC aponta que preços devem subir 4,36% e o PIB crescer 0,48% neste ano.

Os economistas do mercado financeiro mantiveram suas projeções para a atividade em 2017 e reduziram a projação da inflação para este ano. Pelo Relatório de Mercado Focus, divulgado nesta quarta-feira (1º), a mediana das expectativas para o PIB (Produto Interno Bruto) deste ano seguiu em alta de 0,48%. Há um mês, a perspectiva era de avanço de 0,5%.

A expectativa é de que o indicador oficial de inflação termine 2017 com alta de 4,36%. Há um mês, estava em 4,7%. Já a projeção para o IPCA de 2018 permaneceu em 4,5%, mesmo patamar de quatro semanas atrás.

Na prática, as projeções de mercado divulgadas nesta quarta no Focus indicam que a expectativa é que a inflação se aproxime do centro da meta, de 4,5%, em 2017 e 2018. A margem de tolerância para estes anos é de 1,5 ponto porcentual para mais ou para menos (inflação de 3% a 6%).

No caso do PIB, o mercado alterou a previsão de alta, de 2,3% para 2,37%. Quatro semanas atrás, a expectativa estava em 2,2%.

Na semana passada, o Banco Central reduziu em 0,75 ponto porcentual a Selic (a taxa básica de juros), de 13% para 12,25% ao ano, como esperado pelo mercado. No entanto, deixou a porta aberta para a intensificação dos cortes nos próximos encontros, o que dependerá “da estimativa da extensão do ciclo” e da “evolução da atividade econômica, dos demais fatores de risco e das projeções e expectativas de inflação”. A avaliação é de que há sinais mistos na atividade, mas compatíveis com a estabilização da economia no curto prazo.

No relatório Focus desta quarta, as projeções para a produção industrial indicaram um cenário de leve recuperação neste e no próximo ano. O avanço projetado para 2017 passou de 1% para 1,09%. Há um mês, estava em 1%. No caso de 2018, a estimativa de crescimento da produção industrial foi de 2,1% para 2,28%, ante 2,1% de quatro semanas antes.

PIB de 2016

A abertura dos dados do Relatório de Mercado Focus mostra que os economistas projetam uma retração do PIB de 3,5% em 2016. Essa expectativa é igual à de uma semana antes.

O Banco Central passou a publicar em janeiro, no Focus, as projeções para 2017 e 2018, uma vez que a maior parte dos indicadores econômicos do ano passado já foi divulgada. Este não é o caso do PIB consolidado de 2016, que será anunciado pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) apenas em 7 de março. Pelo sistema de expectativas disponibilizado no site do BC, no entanto, é possível verificar quais são as projeções mais recentes do mercado para o PIB de 2016.

Preços administrados

O Relatório de Mercado Focus mostrou mudança nas projeções para os preços administrados neste ano. A mediana das previsões do mercado financeiro para o indicador em 2017 foi de alta de 5,64% para avanço de 5,61%. Para 2018, a mediana saltou de 4,6% para 4,65%. Há um mês, o mercado projetava aumento de 5,55% para os preços administrados em 2017 e elevação de 4,8% em 2018.

Em suas projeções atuais, divulgadas no RTI (Relatório Trimestral de Inflação), o BC espera alta de 6% para os preços administrados em 2017 e de 5,2% para 2018.

 

 

Fonte: R7/ ASERC