Associado
ASERC - Associação Nacional das Empresas de Recuperação de Crédito

Informativo

Publicado em 01/11/2017 08:51

Consórcios crescem 26,2% e volume de negócios ultrapassa R$ 63 bilhões

O Sistema de Consórcios voltou a bater recorde de vendas de novas cotas no ano.

O Sistema de Consórcios voltou a bater recorde de vendas de novas cotas no ano. Com o total de 216,5 mil adesões, a modalidade sustentou em agosto o ritmo de crescimento registrado nos sete meses anteriores. O acumulado dos oito primeiros meses atingiu 1,520 milhão de unidades com 7,1% de alta sobre as 1,419 milhão registradas no mesmo período em 2016, segundo números divulgados, ontem, pela Associação Brasileira de Administradoras de Consórcios ( Abac ).

Novamente, os maiores volumes de vendas mensal por setor foram: veículos leves com 105 mil; imóveis com 28,5 mil; veículos pesados com 6,15 mil, serviços com 3,5 mil e eletroeletrônicos com 2,35 mil cotas, que representaram no aumento total do mecanismo. Os créditos comercializados relativos às adesões atingiram R$ 63,47 bilhões (jan-ago/2017), 26,2% maior que os R$ 50,29 bilhões apurados no mesmo período de 2016. O tíquete médio de R$ 46,8 mil de agosto, também recorde do ano, foi 33,7% superior que os R$ 35,0 mil do mesmo mês no ano passado.

Disputa

“O aumento das adesões, anotado mês após mês desde janeiro, aliado às altas dos créditos comercializados e do tíquete mensal, ratificam a grande procura pelo mecanismo em 2017, sinalizando comportamento consciente do consumidor”, esclarece Paulo Roberto Rossi, presidente executivo da Abac . “Nos três indicadores analisados nota-se que todos expressam altas constantes, resultado da consciência sobre a essência da educação financeira aplicada na gestão das finanças pessoais ou familiares”. Paralelamente, enquanto os indicadores de vendas avançaram, os de contemplações se retraíram. Nos oito primeiros meses, o acumulado de 808,6 mil consorciados contemplados foi 6,7% menor que os 867 mil da mesma época de um ano antes. Nos correspondentes créditos concedidos, foi observada estabilidade entre os R$ 26,06 bilhões de 2017 em relação aos R$ 26,30 bilhões de 2016. Apesar da alta na comercialização de novas cotas, o volume de consorciados ativos permaneceu estável em relação à média anual de 6,93 milhões de participantes e fechou em 6,88 milhões (agosto/2017), 1,7% inferior aos sete milhões anteriores (agosto/2016).

Fonte: http://abac.org.br/sistema/noticiasTextuais/1_(201710243047)o_jornal_estado.pdf