Associado
ASERC - Associação Nacional das Empresas de Recuperação de Crédito

Informativo

Publicado em 02/10/2018 08:25

Quando surgiu o Consórcio no Brasil

Quando surgiu o Consórcio no Brasil

Surgiu na década de 60 e tinha como principal objetivo facilitar o crédito ao consumidor. 

A ideia inicial do Consórcio no Brasil e que se perpetua até hoje era reunir pessoas com o mesmo objetivo, formar uma poupança e adquirir um bem.

Este plano foi posto em prática por um grupo de funcionários do Banco do Brasil. O primeiro Consórcio foi em Brasília e foi totalmente voltado para a compra de automóveis leves. Porém o cenário foi mudando e com o tempo foram nascendo outros grupos e empresas para administra-lo.

Com o tempo mais pessoas procuraram essa modalidade, o que acabou tendo a necessidade de ser criar uma entidade que representasse o interesse dessa modalidade perante ao poder público.

Surgiu assim o ABAC (Associação Brasileira de Administradoras de Consórcios) e com os anos foi fundada a APACESP (Associação Profissional dos Administradores de Consórcios no Estado de São Paulo) que acabou dando origem ao SINAC (Sindicato Nacional dos Administradores de Consórcio).

Benefícios do Consórcio no Brasil

O impacto positivo foi tanto nas vendas dos veículos leves que outros segmentos acabaram migrando para o Consórcio, dando origem ao então Consórcio de Caminhões. Nos anos seguintes, surgiram os primeiros grupos de consórcio de motos e eletrônicos.

E foi só em 1991 que o Banco Central passou a fiscalizar e regulamentar as operações de Consórcio. O Consórcio passou a ter uma participação mais expressiva em outros segmentos e foi nessa década que surgiu também o Consórcio de Imóveis.

Conheça mais 6 Benefícios do Consórcio no Brasil

1 – O consórcio estimula a venda em vários setores da economia: por facilitar o acesso ao crédito para o consumidor, o consórcio ajuda vários setores da economia brasileira a se desenvolver.  Pois quantos mais consorciados ativos tiver no sistema, mais pessoas tem poder de compra no Brasil. 

2 – Não causa inflação: o consórcio é uma compra planejada, certo? sendo assim a indústria também pode planejar a entrega de bens e assim programar a sua produção para gerar mais vendas. 

3 – Gera empregos: de forma direta ou indiretamente o Sistema de Consórcios gera empregos e contribui para vários setores da industria. 

4 – Viabiliza a política inclusiva: Com grande diversidade de classes no Brasil, o sistema de consórcio possibilita a aquisição de bens e serviços de vários valores a todos esses consumidores. 

5 – Não utiliza dinheiro público: como é um autofinanciamento ou seja, os participantes do grupo que constroem a sua própria poupança e a do grupo, o Sistema de Consórcio dispensa totalmente o uso do dinheiro público. 

6 – Promove o consumo planejado: o que é essencial para este sistema de compra. O Sistema incentiva o consumo equilibrado e planejado mesmo em meio a crise econômica. Haverá sempre pessoas no Consórcio se planejando para compra de bens e serviços, o que ajuda a estabilidade dos setores envolvidos. 

Fonte: https://www.jornaldoconsorcio.com.br/quando-surgiu-o-consorcio-no-brasil