Associado
ASERC - Associação Nacional das Empresas de Recuperação de Crédito

Informativo

Publicado em 25/10/2018 10:28

Principais causas de inadimplência no Consórcio

Você sabe quais são as principais causas de inadimplência no Consórcio?

Você sabe quais são as principais causas de inadimplência no Consórcio? O Brasil tem aproximadamente 61,1 milhões de endividados. Segundo o Serasa Experian, mesmo com a crise econômica, o consumidor ficou com nível igual de educação financeira, com uma nota de 6,2 em uma escala de 0 a 10.

Principais causas de inadimplência no Consórcio

Desorganização Financeira. Os principais itens de endividamento dos brasileiros são: banco ou cartão de crédito: 30%; contas domésticas: 17,9%; varejo: 13,7%; telefone: 11,1%; serviços: 10%; empréstimos em financeiras: 9%. O mesmo estudo ainda indicou que o número de pessoas no vermelho vem crescendo desde 2013. Se antes ficava em pouco mais de 50 milhões, agora já está em mais de 61 milhões. O fator que contribuiu muito para esse resultado foi a desorganização financeira.

Desemprego. O total de desempregados cresceu muito devido à crise econômica brasileira. Segundo dados do IBGE, o índice de pessoas sem emprego chegou a 13,1%, que representa 13,7 milhões de brasileiros, conforme matéria da Agência Brasil.

Atraso do Salário. A crise prejudicou as famílias, mas também impactou os empreendedores. Essa situação ocasionou o atraso de pagamento de salários, que fez as pessoas deixarem de pagar as contas por não existir outra alternativa. Esse cenário foi visto na iniciativa privada, mas também em órgãos públicos.

Parcelamentos excessivos. O costume de pagar as compras em várias prestações também é uma causa da inadimplência. Essa situação é simples de ser verificada. Quando você assume uma dívida, ela é de médio ou longo prazo. Porém, muitas pessoas ignoram a adição dessa quantia ao orçamento mensal. Com isso, é fácil encontrar pessoas que comprometem até mais de 50% da renda com as parcelas em aberto.

Facilidade de Crédito. A possibilidade de conseguir empréstimos e financiamentos prejudicam as finanças. Com o acúmulo de contas para pagar, o limite do cheque especial começa a ser utilizado e, em alguns casos, o cartão de crédito ultrapassa o valor estipulado. Assim, são cobradas taxas extras. O ideal é recorrer ao crédito apenas se for extremamente necessário, por exemplo, uma situação de emergência. Ainda assim, vale a pena pesquisar taxas para pagar as menores possíveis.

Faça seu consórcio agora mesmo!

Aproveite as melhores condições de compra do mercado. Escolha o plano que mais combina com você!

Fonte: https://www.jornaldoconsorcio.com.br/principais-causas-de-inadimplencia-no-consorcio