Associado
ASERC - Associação Nacional das Empresas de Recuperação de Crédito

Informativo

Publicado em 15/07/2014 10:15

Venda de carros usados cresce 4,6% no primeiro semestre

A venda de veículos usados cresceu 4,6% no primeiro semestre deste ano na comparação com igual período do ano passado

 

Theo Marques
De janeiro a junho foram comercializados mais de 6,1 milhões de seminovos, incluindo automóveis, comerciais leves e pesados e motocicletas
A venda de veículos usados cresceu 4,6% no primeiro semestre deste ano na comparação com igual período do ano passado, mostra levantamento divulgado ontem pela Federação Nacional das Associações dos Revendedores de Veículos Automotores (Fenauto). De janeiro a junho, foram comercializados mais de 6,1 milhões de seminovos, incluindo automóveis, comerciais leves e pesados e motocicletas. No mês de junho, no entanto, houve queda de 12,9% no setor na comparação com maio – foram negociadas 960.403 unidades no mês passado e 1.103.156 em maio. 

O recuo no último mês é explicado pela Copa do Mundo, que coincidiu com o período de férias, fazendo diminuir a movimentação das revendas, disse o presidente da Fenauto, Ilídio dos Santos. "Isso já era previsível. Por outro lado, temos o crescimento no semestre, com o qual estamos recuperando as perdas que tivemos desde 2009", acrescentou Santos. 

De acordo com Santos, a Fenauto estima avanço entre 6% e 7% no setor neste ano. "Acreditamos que vamos atingir a meta. O consumidor avalia as vantagens e vê que pode comprar um carro, com preço de popular, com mais (itens) agregados." 

Além disso, destacou ele, a restrição do crédito nos últimos dois anos, com o aumento da inadimplência, fez caírem as vendas no segmento. "Os bancos mudaram os critérios para o crédito – antes, 70% dos carros vendidos eram financiados e o financiamento está em torno de 35%." Para Santos, isso não tem relação com a inclusão de itens como freios ABS e airbag, que se tornaram obrigatórios e elevaram o preço dos veículos. "A questão é o crédito. Se melhorar, vamos crescer mais ainda", afirmou. 

Os dados da Fenauto indicam a venda de 378.739 carros usados jovens (quatro a oito anos). Em seguida, estão os da categoria velhinhos (mais de 13 anos), com 247.731, e os seminovos (até três anos), com 205.374. Os menos procurados são os carros com nove a 12 anos de uso, com 128.559 unidades vendidas de janeiro a junho.

Camila Maciel
Agência Brasil
 
http://www.folhaweb.com.br/?id_folha=2-1--1675-20140715&tit=venda+de+carros+usados+cresce+46+no+primeiro+semestre