Associado
ASERC - Associação Nacional das Empresas de Recuperação de Crédito

Informativo

Publicado em 17/07/2014 10:00

Inadimplência preocupa

Os Microempreendedores Individuais (MEIs) pagam um valor mínimo de tributos por mês, em virtude da isenção de impostos federais.

Os Microempreendedores Individuais (MEIs) pagam um valor mínimo de tributos por mês, em virtude da isenção de impostos federais. O valor fixo varia de R$ 36,20 (INSS), acrescido de R$ 5,00 (para prestadores de serviço) ou R$ 1,00 (comércio e indústria). Mesmo assim, a inadimplência preocupa nacionalmente, passando dos 60% em alguns estados. Na região de Londrina, gira em torno de 45%, segundo a consultora do Sebrae/PR, Liciana Pedroso. 

"A inadimplência preocupa porque o empreendedor acaba não se beneficiando do INSS em caso de necessidade", destaca. A consultora conta que, para tentar driblar o problema, os MEIs passaram a receber os carnês de pagamento dos tributos em casa a partir de abril deste ano. Antes era preciso ter acesso à internet. 

Segundo Liciana, as atividades que mais formalizam em Londrina são comércio de roupas, cabeleireiros e serviços da construção civil. Para ela, as formalizações são um ganho para a economia nacional. "Eles passam a contribuir para a economia, mesmo que o pagamento seja pequeno, o montante é relevante", enfatiza. A consultora ressalta, ainda, que 30% dos MEIs tornam-se microempresários. "É muito gratificante ver como essas pessoas se organizaram e buscam crescer", diz. 

Para dar apoio aos empresários, o Sebrae disponibiliza a Sala do Empreendedor, que funciona no prédio da Prefeitura de Londrina. (C.F.)

http://www.folhaweb.com.br/?id_folha=2-1--1908-20140717&tit=inadimplencia+preocupa