Associado
ASERC - Associação Nacional das Empresas de Recuperação de Crédito

Informativo

Publicado em 22/08/2014 09:59

Consumidor prevê inflação de 7,2% ao longo do ano, diz pesquisa da FGV

Estimativa ficou estável de junho para agosto, segundo o estudo. Para mercado financeiro, inflação deve ficar em 6,25%, diz boletim Focus.

Em agosto, o consumidor brasileiro prevê para os próximos 12 meses que a inflação chegue a 7,2 %, segundo o Indicador de Expectativa de Inflação dos Consumidores, da Fundação Getulio Vargas (FGV). Em junho, a estimativa havia ficado em 7,4%.

Segundo o economista Angelo Polydoro, da FGV/IBRE, em nota, "embora os itens que mais afetam a formação das expectativas tenham desacelerado nos últimos meses, como a alimentação, a incerteza com relação aos aumentos programados de itens administrados para o próximo ano contribuem para a resiliência das expectativas da inflação pelos consumidores.”

A expectativa do mercado para o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), considerado a inflação oficial do pais, também caiu na semana passada. Desta vez, recuou de 6,26% para 6,25%, na quinta queda consecutiva do indicador. Para 2015, a previsão ficou estável em 6,25%.

Pelo sistema que vigora atualmente no Brasil, a meta central tanto para 2014 quanto para 2015 é de 4,5%, mas com intervalo de tolerância de dois pontos percentuais para cima ou para baixo. Desse modo, o IPCA pode oscilar entre 2,5% e 6,5% sem que a meta seja formalmente descumprida.

http://g1.globo.com/economia/noticia/2014/08/consumidor-preve-inflacao-de-72-ao-longo-do-ano-diz-pesquisa-da-fgv.html