Associado
ASERC - Associação Nacional das Empresas de Recuperação de Crédito

Informativo

Publicado em 10/09/2014 10:23

Focus reduz projeção de alta da Selic em março de 2015

Conforme o relatório de mercado Focus, a previsão é de que a alta ao final do primeiro trimestre de 2015 será de 0,25 ponto porcentual (para 11,25%)

Brasília - O mercado financeiro diminuiu a intensidade de aumento da taxa Selic aguardada para março do ano que vem, quando ainda se espera que seja a primeira elevação da taxa básica dos atuais 11,00% ao ano.

Conforme o relatório de mercado Focus divulgado nesta segunda-feira, 08, pelo Banco Central, a previsão é de que a alta ao final do primeiro trimestre de 2015 será de 0,25 ponto porcentual (para 11,25%) e não mais de meio ponto (10,50%), como era aguardado até a semana passada. Os juros apenas voltarão a ficar abaixo do nível de hoje em março de 2016, de acordo com o documento.

Com esse ajuste para março do ano que vem, houve alteração também na mediana das projeções para a Selic em abril, para 11,50%. Até então, a taxa mediana esperada era de 11,63%, o que revelava justamente uma divisão da pesquisa já que o Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central realiza movimentos apenas de 0,25 ponto porcentual (e seus múltiplos) por vez, para cima ou para baixo.

Já para a reunião de junho, não houve alteração das expectativas, com a mediana se mantendo em 11,75% ao ano. Para julho, porém, no lugar da mediana de 12,00% ao ano, que sinalizava a previsão de uma nova alta, o mercado projeta agora uma taxa de 11,63%, o que mostra que a tendência esperada para o período é de manutenção ou baixa.

Para setembro, o grupo consultado semanalmente pelo BC também projetou uma variação menor para os juros, que devem chegar naquele mês em 11,50% ao ano, e não mais em 11,75% ao ano, como era aguardado até então.

Para outubro, não houve alteração das apostas, com a Selic em 11,75% ano ano tanto na pesquisa divulgada hoje quanto na da semana passada. Já em novembro, houve a continuação da tendência de alívio com a taxa, que deve ficar em 11,63% ao ano (mais uma vez revelando que os economistas estão divididos), e não mais em 11,75%, como no boletim anterior.

O ano de 2016 também deve começar com os juros mais baixos do que o esperado anteriormente, já que houve revisão da mediana das projeções de 11,50% ao ano para 11,00%, ou seja, voltando para o patamar atual. Essa taxa deve permanecer na reunião do Copom de fevereiro e, em março, de 2016, é que se verá pela primeira vez a Selic abaixo do nível atual, em 10,75% ao ano.

http://exame.abril.com.br/mercados/noticias/focus-reduz-projecao-de-alta-da-selic-em-marco-de-2015