Associado
ASERC - Associação Nacional das Empresas de Recuperação de Crédito

Informativo

Publicado em 14/10/2014 10:49

Inflação acelera para 0,57% em setembro

A inflação medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) ficou em 0,57% em setembro, puxada pela alta no preço de transportes e da alimentação.

inflação medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) ficou em 0,57% em setembro, puxada pela alta no preço de transportes e daalimentação, segundo foi divulgado semana passada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O indicador acelerou frente o de 0,25% de agosto e o de 0,35% de setembro do ano passado, o que fez com que o acumulado em 12 meses chegasse a 6,75%, acima dos 6,50% do teto da meta do governo. 

Trata-se do maior índice em 12 meses desde outubro de 2011, quando ficou em 6,97%. Apesar da alta, o secretário de Política Econômica do Ministério da Fazenda, Márcio Holland, afirmou que acredita que a inflação fique próxima a 6,20% até dezembro, dentro da margem de 2 pontos percentuais (pp), para mais ou para menos, da meta de 4,50% definida pelo governo. "Assim como a inflação ficou acima das expectativas em setembro, em vários outros meses ficou abaixo das previsões. Costumamos dizer que, na média, nós, economistas, acertamos, por mais que tenham esses desvios de previsões mês a mês", disse. 

Com o acumulado de janeiro a setembro em 4,61%, o delegado em Londrina do Conselho Regional de Economia, Laércio Rodrigues de Oliveira, acredita que é pouco provável que a inflação termine o ano acima do teto da meta. "Faltam três meses e seria difícil chegar a 6,50%, ainda que alguns preços administrados, como a gasolina, tenham de subir até o fim do ano." 

Oliveira lembrou que o consumidor está mais receoso em gastar, o que deve segurar os preços de forma geral, mas que é necessário que o governo evite uma alta expressiva do câmbio até o fim do ano, para que os preços dos importados não impactem no índice. 

É o aumento persistente e generalizado dos preços. Quando a inflação chega a zero dizemos que houve uma estabilidade nos preços 

O quilo da carne, que aumentou 3,17% no mês, representou sozinho 0,08 pontos percentuais da inflação medida em setembro 

O Programa Folha Cidadania é o desafio social da Folha de Londrina no combate ao analfabetismo funcional

http://www.folhaweb.com.br/?id_folha=2-1--1552-20141014&tit=inflacao+acelera+para+057+em+setembro