Associado
ASERC - Associação Nacional das Empresas de Recuperação de Crédito

Informativo

Publicado em 27/11/2014 10:24

48% dos que compram no Natal só terminam de pagar em maio

Preferência pelo parcelamento das compras é maior entre os homens. 39% dos que compraram a prazo no Natal de 2013 ficaram com nome sujo.

O Natal vai durar até maio para o bolso de quase metade dos brasileiros que comprarem presentes para essa data. Segundo pesquisa do Serviço Nacional de Proteção ao Crédito (SPC Brasil), 48% dos entrevistados vão comprar os presentes de Natal a prazo. Com média de 4,9 parcelas por compra, esses consumidores devem pagar parcelas até maio de 2015.

Os homens são os que mais fazem compras a prazo: entre eles, 54% devem parcelar suas compras. A pesquisa ouviu 624 consumidores de todas as classes sociais nas 27 capitais brasileiras.

Segundo o levantamento, 50% dos consumidores ainda preferem usar o dinheiro na hora de pagar pelas compras. Mas houve aumento significativo no uso do cartão de crédito parcelado, que passou de 16% em 2013 para 27% este ano.

A entidade alerta para o risco de inadimplência para os consumidores que pretendem fazer compras parceladas.

"O orçamento doméstico costuma apertar no começo do ano com a cobrança de impostos como IPTU, IPVA e despesas com matrícula e material escolar. Se a pessoa não tem uma boa reserva para contar, acaba ficando inadimplente", diz Marcela Kawauti, economista-chefe da do SPC Brasil.

No ano passado, 39% das pessoas que parcelaram as compras de Natal acabaram com o nome incluído em entidades de proteção ao crédito. Este percentual foi mais expressivo entre as mulheres (47%) e entre pessoas das classes C, D e E (55%).

http://g1.globo.com/economia/seu-dinheiro/noticia/2014/11/48-dos-que-compram-no-natal-so-terminam-de-pagar-em-maio.html