Associado
ASERC - Associação Nacional das Empresas de Recuperação de Crédito

Informativo

Publicado em 03/12/2014 09:42

Endividamento e consumo

O que leva os paranaenses a liderar o índice de endividamento nacional? Pesquisa divulgada pela Federação do Comércio do Paraná (Fecomércio-PR)

O que leva os paranaenses a liderar o índice de endividamento nacional? Pesquisa divulgada pela Federação do Comércio do Paraná (Fecomércio-PR) aponta que no mês passado 87,4% das famílias tinham alguma dívida, ou seja, algum bem adquirido por meio de financiamento. Houve um aumento na comparação com novembro do ano passado, quando o índice apurado ficou em 86,1%. Nessa lista, o Paraná é seguido por Santa Catarina, Distrito Federal, Amazonas e Paraíba. 

De acordo com especialistas ouvidos, o problema ocorre quando as pessoas não conseguem honrar suas dívidas. No mês passado, 24,3% dos endividados estavam com contas em atraso. Desse total, 10,8% acreditavam que não teriam condições de pagá-las. O tempo médio de atraso das dívidas das famílias foi de 65 dias. O Estado é o oitavo em percentual de endividados com contas em atraso – índice igualmente alto. 

Ainda que a população tenha se endividado a partir de financiamentos de imóveis ou automóveis, o que é fator positivo porque movimenta uma grande cadeia de empregos diretos e indiretos, o endividamento também aponta que muitas famílias não têm condições de arcar com novas compras. Esse é o fator negativo porque pode comprometer o desempenho das vendas do varejo neste final de ano e até mesmo contribuir para aumentar o índice de inadimplência. 

Se a renda estadual é alta, como argumenta a Fecomércio, e por isso as famílias têm margem para comprometer parte da renda é importante identificar se há algum descontrole financeiro. Um nível de endividamento alto pode ser muito importante em períodos de crise e gerar impactos significativos na economia. Talvez o alto índice mereça um estudo mais aprofundado dos economistas. Alto nível de consumo, investimento em bens duráveis ou simplesmente compras desenfreadas? É preciso identificar as causas até mesmo porque o principal tipo de dívida, apontada pela mesma pesquisa, é com o cartão de crédito, modalidade que pratica uma das mais altas taxas de juros.

http://www.folhaweb.com.br/?id_folha=2-1--429-20141203&tit=endividamento+e+consumo