Associado
ASERC - Associação Nacional das Empresas de Recuperação de Crédito

Informativo

Publicado em 16/01/2015 08:57

Brasil deve atingir hoje a marca de R$ 100 bi em impostos pagos só em 2015

O Brasil deve atingir, por volta das 13h desta sexta-feira (16), a marca de R$ 100 bilhões de impostos federais, estaduais e municipais pagos desde o primeiro dia deste ano.

O Brasil deve atingir, por volta das 13h desta sexta-feira (16), a marca de R$ 100 bilhões de impostos federais, estaduais e municipais pagos desde o primeiro dia deste ano, revelam dados do Impostômetro da ACSP (Associação Comercial de São Paulo).

Em 2014, a marca foi atingida no mesmo dia do ano, 16 de janeiro. 

O presidente da associação, Rogério Amato, espera que os impostos não aumentem neste ano. "A expectativa é a de que a carga tributária cresça apenas em função da taxa de inflação e do crescimento do PIB [Produto Interno Bruto]", disse.

O Impostômetro fechou o ano passado registrando a soma de R$ 1,85 trilhão, valor 9% maior que o arrecadado em 2013.

No site do Impostômetro (www.impostometro.com.br), é possível calcular o que dá para fazer com todo o dinheiro arrecadado. Com R$ 1,8 trilhão, seria possível, por exemplo, pagar 12,8 trilhões de bolsas famílias, 2,4 trilhões de salários mínimos ou comprar 66,6 milhões de carros populares.

O portal também possibilita o levantamento dos valores que as populações de cada Estado e município brasileiro pagaram em tributos.

Impostômetro

O painel do Impostômetro foi inaugurado em 20 de abril de 2005 e está instalado no prédio da sede da ACSP, no centro de São Paulo.

Também pela internet,qualquer cidadão pode acompanhar o total de impostos pagos pelos brasileiros aos governos federal, estadual e municipal, de acordo com os Estados e municípios.

O sistema informa ainda o total de impostos pagos desde janeiro do ano 2000 e faz estimativas de quanto será pago até dezembro deste ano.

http://economia.uol.com.br/noticias/redacao/2015/01/16/brasil-deve-atingir-hoje-a-marca-de-r-100-bi-em-impostos-pagos-so-em-2015.htm