Associado
ASERC - Associação Nacional das Empresas de Recuperação de Crédito

Informativo

Publicado em 23/01/2015 09:44

Quantidade de cheques devolvidos no país é a maior em 6 anos

Aumento da inflação e das taxas de juros no ano passado, combinado com a estagnação da atividade econômica, foram os fatores que impulsionaram a inadimplência com cheques

São Paulo - Em 2014, foram devolvidos pela segunda vez por falta de fundos 2,04% dos cheques compensados em todo o país, índice levemente superior ao registrado em 2013 (2%).

De acordo com a empresa de consultoria Serasa Experian, foi o maior percentual registrado desde 2009. Naquele ano, a inadimplência com cheques atingiu 2,15% em razão dos reflexos da crise financeira internacional. No ano passado, foram devolvidos ao todo 15.410.236 cheques e compensados 755.819.648.

Segundo os economistas da Serasa, o aumento da inflação e das taxas de juros no ano passado, combinado com a estagnação da atividade econômica, foram os fatores que impulsionaram a inadimplência com cheques no ano passado.

O estado de São Paulo, na contramão da situação nacional, registrou o menor percentual (1,20%) de cheques devolvidos pela segunda vez por falta de fundos dos últimos 5 anos. Já Roraima liderou o ranking nacional com 11,14% de devoluções.

Por região, de acordo com o levantamento, o Norte liderou o ranking, com 4,66% de cheques devolvidos e o Sudeste foi a que apresentou o menor percentual, apenas 1,45%.  

http://exame.abril.com.br/economia/noticias/quantidade-de-cheques-devolvidos-no-pais-e-a-maior-em-6-anos