Associado
ASERC - Associação Nacional das Empresas de Recuperação de Crédito

Informativo

Publicado em 19/05/2015 10:19

Focus mantém previsão da Selic de 2015 em 13,50%

Há um mês, a estimativa observada no boletim era de que a taxa encerrasse 2015 em 13,25% ao ano

Brasília - Mais uma semana sem alterações nas expectativas para o rumo dos juros mesmo depois da divulgação da ata do Comitê de Política Monetária (Copom) mais dura do que o esperado há cerca de 15 dias. O mercado financeiro manteve em 13,50% ao ano a previsão para a Selic no fim deste ano, conforme o Relatório de Mercado Focus, divulgado ontem, pelo Banco Central. 

A ação mais recente do Copom foi a de aumentar a taxa básica de juros de 12,75% ao ano para 13,25% ao ano e, depois da divulgação do documento sobre a reunião, o mercado entendeu que o BC continuará com sua política de elevação de juros. Várias instituições financeiras informaram que passaram a esperar um BC mais hawkish nas próximas reuniões do Copom - a próxima decisão está marcada para 2 e 3 de junho. Mesmo assim, não houve alterações esta semana no boletim Focus. 

Há um mês, a estimativa observada no boletim era de que a Selic encerrasse 2015 em 13,25% ao ano. Nem a taxa média esperada para este ano passou por alterações e segue em 13,22% ao ano. Quatro semanas antes, essa taxa média estava em 13,14% ao ano. Já para os economistas que mais acertam as projeções para o rumo da taxa básica de juros, o Top 5 no médio prazo, a Selic encerrará este ano em 13,75% ao ano, igual à semana anterior. 

Já no caso do fim de 2016, a mediana das projeções passou de 11,63%, o que indicava uma clara divisão do mercado sobre o rumo dos juros no encerramento do ano que vem, para 11,75% ao ano. Apesar disso, a previsão para a Selic média do ano que vem continuou em 12% pela quinta semana seguida. No caso dos Top 5, para 2016, a expectativa do grupo é de que a taxa fique em 12% ao ano, mesma previsão verificada há oito semanas. 

PIB
Brasília - O Relatório de Mercado Focus, divulgado ontem, pelo Banco Central, mostrou que a expectativa mediana para o Produto Interno Bruto (PIB) de 2015 ficou congelada em queda de 1,20%, como na semana anterior. Há quatro semanas, a projeção era de recuo de 1,03% do PIB deste ano. Para 2016, a mediana das projeções se manteve em crescimento de 1% pela quinta semana seguida. 

As projeções para o PIB ficaram inalteradas, apesar das expectativas sobre a produção industrial terem se deteriorado. A mediana das estimativas para este ano passou de uma baixa de 2,50% - a mesma de quatro semanas atrás - para um recuo de 2,80%. Para 2016, as apostas de expansão para a indústria seguem em 1,50% há seis semanas consecutivas. 

Os analistas esperam que a relação entre a dívida líquida do setor público e o PIB encerre 2015 em 37,95%, mesmo patamar da edição anterior do boletim Focus. Um mês antes estava em 38,00%. Para 2016, as expectativas também não foram mexidas e ficaram em 38,50% como na semana anterior - um mês antes, estavam em 38,90%.

 

http://www.folhaweb.com.br/?id_folha=2-1--1895-20150519&tit=focus+mantem+previsao+da+selic+de+2015+em+1350