Associado
ASERC - Associação Nacional das Empresas de Recuperação de Crédito

Informativo

Publicado em 06/10/2015 12:04

Crise econômica afeta a vida de 91% dos paranaenses, aponta pesquisa

O levantamento Fiep-Paraná Pesquisas divulgado nesta quinta-feira(1º) avaliou a popularidade da presidente Dilma Rousseff (PT) e do governador Beto Richa (PSDB), e, também, a percepção dos paranaenses

O levantamento Fiep-Paraná Pesquisas divulgado nesta quinta-feira (1º) avaliou a popularidade da presidente Dilma Rousseff (PT) e do governador Beto Richa (PSDB), e, também, a percepção dos paranaenses em relação à crise econômica e como ela vem afetando o Brasil, o Paraná e a vida das pessoas. No total, 91% dos entrevistados concordaram com a afirmação de que o país está vivendo uma crise econômica, contra apenas 5,2% que discordaram. Já quando foram estimulados a avaliar a atual situação econômica do país, apenas 2% a classificaram como ótima ou boa, contra 68,7% que a definiram como ruim ou péssima. Outros 28,4% disseram que a situação é regular. 

Arquivo/Bonde
Arquivo/Bonde


Além disso, o Paraná Pesquisas perguntou qual a expectativa dos paranaenses em relação ao cenário econômico do país para daqui a 12 meses. Para 27,4% dos entrevistados, a situação estará melhor, contra 32,2% que disseram acreditar que estará igual e 38,6% que afirmaram crer que estará pior do que hoje. 

Em relação ao Paraná, para 87,2% dos entrevistados o Estado também vive uma crise econômica, ante apenas 6,4% que discordaram da afirmação. Quando questionados sobre a situação do Paraná em comparação com outros estados, 32,1% afirmaram que está melhor do que a de outras unidades da Federação. Já para 66%, a situação é igual ou pior a de outros estados. 

A pesquisa também mediu o nível de insegurança dos paranaenses em relação a sua fonte de renda. Ao todo, 60,9% dos entrevistados disseram se preocupar muito com a possibilidade de ficar sem trabalho, perder o emprego, ter que fechar seu negócio ou perder a sua fonte de renda nos próximos 12 meses. Outros 17% afirmaram se preocupar um pouco e apenas 11% responderam que não se preocupam. 

Amostra e metodologia 
O universo da pesquisa abrange eleitores do Estado do Paraná. Foi utilizada uma amostra de 2.515 eleitores, estratificada segundo sexo, faixa etária, nível de escolaridade e posição geográfica. O trabalho de levantamento de dados foi feito através de entrevistas pessoais com eleitores maiores de 16 anos, em 88 municípios do Paraná, entre os dias 22 e 27 de setembro. Segundo o Paraná Pesquisas, essa amostra representativa do Estado atinge um grau de confiança de 95,5% para uma margem estimada de erro de 2,0% para os resultados gerais.

 

http://www.bonde.com.br/?id_bonde=1-39--6-20151001&tit=crise+economica+afeta+a+vida+de+91+dos+paranaenses+aponta+pesquisa