Associado
ASERC - Associação Nacional das Empresas de Recuperação de Crédito

Informativo

Publicado em 12/11/2015 05:46

Após maior valor em 20 anos, juros do cheque especial têm queda, a 12,24%

Os juros do cheque especial (o "limite" extra da conta corrente no banco) ficaram em 12,24% ao mês em novembro.

Os juros do cheque especial (o "limite" extra da conta corrente no banco) ficaram em 12,24% ao mês em novembro. Houve uma leve redução com relação aos juros registrados em outubro, de 12,28%, que foram os mais altos desde setembro de 1995, quando a taxa era 12,58%.

 A pesquisa da Fundação Procon-SP foi divulgada nesta segunda-feira (9).

 Das sete instituições financeiras que fazem parte da pesquisa, apenas o Santander aumentou a taxa do cheque especial na comparação com outubro. A Caixa Econômica Federal reduziu os juros, e os demais bancos os mantiveram:

§  o Santander subiu de 14,84% ao mês para 14,95%;

§  o HSBC manteve em 13,67% ao mês;

§  o Itaú Unibanco manteve em 11,93% ao mês;

§  o Bradesco manteve em 11,92% ao mês;

§  o Banco do Brasil manteve em 11,8% ao mês;

§  a Caixa reduziu de 11,38% ao mês para 10,98%;

§  o Safra manteve em 10,4% ao mês

Esses são números médios e podem variar para cada situação específica, porque os bancos oferecem taxas diferentes de acordo com o plano contratado pelo cliente e a relação entre eles (quem tem mais dinheiro no banco paga menos taxas).

Juros do empréstimo pessoal sobem

No empréstimo pessoal, a taxa média dos bancos pesquisados foi 6,39% ao mês, superior à do mês anterior, que foi de 6,27%.

Nesta linha de crédito, a Caixa Econômica elevou a taxa de 4,8% para 5% ao mês, o Itaú Unibanco, de 6,26% para 6,43%, e o Santander, de 7,99% para 8,49%.

Os demais bancos mantiveram as taxas.     

 

Fonte: http://aserc.org.br/apos-maior-valor-em-20-anos-juros-do-cheque-especial-tem-queda-a-1224