Associado
ASERC - Associação Nacional das Empresas de Recuperação de Crédito

Informativo

Publicado em 14/04/2016 02:45

Brasil tem 60 milhões de inadimplentes

SÃO PAULO – O número de inadimplentes atingiu 60 milhões em março

SÃO PAULO – O número de inadimplentes atingiu 60 milhões em março, o que representa 41% de toda a população brasileira, segundo a Serasa Experian. É o maior patamar registrado em toda a série histórica, iniciada em 2012.

Mais de dois milhões de pessoas entraram para a lista de inadimplentes apenas no primeiro trimestre deste ano. As dívidas em atraso somam R$ 256 bilhões.

Entre os inadimplentes, a maior parte (77,2%) recebe até dois salários mínimos, sendo que 40% têm renda entre um e dois salários mínimos e 37,2% vivem com menos de R$ 880.

 

Renda média / Número de inadimplentes

Agosto/2015
 56,4 milhões

Dezembro/2015
57,9 milhões

Março/2016 
60 milhões

Acima de R$ 8.800 (acima de 10 salários mínimos)

3,10 milhões

3,24 milhões

3,30 milhões

Entre R$ 4.400 e R$ 8.800 (entre 5 e 10 salários)

2,82 milhões

2,90 milhões

2,94 milhões

Entre R$ 1.760 e R$ 4.400 (entre 2 e 5 salários)

6,71 milhões

6,83 milhões

7,02 milhões

Entre R$ 880 e R$ 1.760 (entre 1 e 2 salários)

23,18 milhões

23,57 milhões

24,24 milhões

Menos de R$ 880 (abaixo de 1 salário mínimo)

20,59 milhões

21,42 milhões

22,56 milhões

 

 “Os mais afetados são as pessoas que praticamente vivem daquilo que recebem, não conseguem realizar nenhum tipo de reserva ou poupança financeira. E, quando perdem o emprego, quando são atingidas pela inflação, são as que mais sofrem com os problemas de inadimplência”, diz o economista da Serasa Experian, Luiz Rabi.

 

Fonte: O Financista