Publicado em 11/11/2020 11:00

Lei geral de proteção de dados

Como preparar o seu call center?

A Lei Geral de Proteção de Dados sofreu algumas mudanças neste ano, transformando a maneira com que empresas deverão lidar com os dados de seus clientes.

Você sabe quais são as mudanças necessárias dentro dos serviços de call centers para se adequar a nova lei? Continue lendo esse artigo e descubra como evitar o descumprimento da Lei 13.709. 

O que é a Lei 13.709? 

A LGPD (Lei Geral de Proteção de Dados) é uma legislação brasileira que estabelece a maneira correta para armazenamento, obtenção e tratamento de dados cadastrais, principalmente nos meios digitais. 

O projeto de lei que se tornou a LGPD foi sancionado em 2018, porém ainda não havia sido implementado - até o mês de agosto de 2020. 

Com a Lei em vigor, o Brasil entra no grupo de países que dispõem de regulamentações específicas para lidar com as informações de seus cidadãos. 

O que muda?

Por meio da Lei 13.709, o cidadão se torna único e exclusivo titular de suas informações, sendo que toda e qualquer empresa que coletar seus dados deve fazê-lo apenas com o seu consentimento. A empresa também se torna responsável pelo armazenamento dos dados. 

Caso aconteça o vazamento ou a divulgação não autorizada desses dados, a empresa receberá uma multa de até 2% sobre o valor do seu faturamento do ano anterior. 

Como a lei afeta os calls centers?

Empresas que coletam qualquer tipo de dados e informações sobre seus clientes deverão se adaptar às exigências da lei.  

Com isso, a empresa precisará ser completamente transparente na coleta e armazenamento de dados dos consumidores, sendo também responsável por protegê-los  de terceiros. 

Se sua empresa é do ramo de call centers, será necessário:

  • Pedir permissão ao cliente para coleta e uso de dados - inclusive para aqueles que já fazem parte da sua base de dados;

  • Renovar as políticas de privacidade adequando-se às exigências da lei; e

  • Colher autorização de futuros clientes para armazenamento de dados, informando-o sobre sua finalidade - através da assinatura do Termo de Consentimento Livre e Esclarecido (TCLE).

Como proteger os dados?  

A partir de agora, será preciso que sua empresa esteja atenta a origem dos dados - para evitar o recebimento de informações não autorizadas, e invista na segurança dos mesmos. Além desse cuidado extra, será necessário:

  • Atualizar sua equipe sobre a Lei Geral de Proteção de Dados;

  • Evitar armazenamento de dados vulneráveis (exemplo: dados cadastrais impressos);

  • Investir em banco de dados na nuvem.

Com a Lei 13.709 em vigor, sua empresa deverá se adequar para evitar maiores prejuízos.

Solicite mais informações

Estamos sempre a disposição