Serviço inovador

ANTECIPANDO A SOLUÇÃO NA CORRESPONSABILIDADE

O IPTU, quando não pago pelo proprietário de imóvel em alienação fiduciária, tem sido enquadrado por alguns tribunais federais como dívida fiscal de responsabilidade solidária dos agentes financeiros, administradoras de consórcios, loteadoras e incorporadoras nos quais os bens estão alienados. Em outras palavras, o credor fiduciário torna-se corresponsável da dívida.

Diante disso, a AGILIZA passa a oferecer o monitoramento fiscal do IPTU aos clientes com carteiras de imóveis urbanos sob sua gestão administrativa. É importante saber quando acontece a inadimplência para que se tenha iniciativas tempestivas de cobrança junto ao devedor fiduciário. O serviço da AGILIZA inclui suporte técnico, gerencial e jurídico para mitigar esse risco.

IPTU Monitorado

Solução para o mercado imobiliário

Antecipe entraves jurídicos e evite riscos financeiros
  • Profissionais qualificados
    Antecipe informações e evite riscos
    Subsídios e elementos para evitar riscos financeiros e fiscais futuros ou entrave jurídico que possam ser causados pela inadimplência do tributo municipal pelo adquirente do imóvel ainda alienado;
  • Vistoria técnica
    Relatórios analíticos em tempo real
    Informações fiscais extraídas nas bases de dados das secretarias municipais da Fazenda de todo o país. Automação de atividade que possibilita aumento de eficiência na gestão do negócio, maior agilidade no fluxo de trabalho, redução de custo operacional.

Sobre a tecnologia e a legislação

Saiba mais sobre o serviço de monitoramento do IPTU da agiliza

Conheça e saiba mais sobre a tecnologia inovadora utilizada pela AGILIZA para monitoramento do IPTU de imóveis urbanos em todo o Brasil, antecipando dados e informações fiscais. Um novo serviço para atender clientes com carteira imobiliária sob sua gestão.

A TECNOLOGIA

Parágrafo de legislação federal que dispõe sobre a cobrança judicial da Dívida Ativa da Fazenda Pública, pode responsabilizar também os agentes financeiros, administradoras de consórcios e incorporadoras sobre o IPTU atrasado de imóveis em alienação, sob o argumento de serem proprietários corresponsáveis.

A LEGISLAÇÃO

Solicite mais informações sobre IPTU Monitorado

Estamos sempre a disposição

Li e concordo com a Política de Privacidade .

 Para concluir você precisa aceitar nossa política de privacidade.